shoppings abandonados proliferam nos EUA

Voguel
Voguel 2 Leitura mínima


Para ele, é difícil lembrar de outra instituição social que custou tanto e ocupou tanto espaço físico para depois implodir tão rapidamente quando os típicos shoppings americanos de subúrbios, afastados dos grandes centros. De fato, desde que esse modelo de centro de compras coberto começou a se espalhar pelo país, a partir do Southdale, em Edina, Minnesota, em 1956, o sucesso foi tremendo.

Era muita gente se mudando para os subúrbios, com demandas e desejos (ou “dores”, pra turminha do powerpoint). Os shoppings surgiram para essas pessoas. Para donas de casa isoladas em seus lares, esses novos espaços eram oportunidades de socialização e escape melhores e mais seguros do que os velhos bairros comerciais.

Nos anos 1980 e 1990, os shoppings viveram seu auge no país. Mas então eles começaram a se proliferar além da conta. Um shopping novo na região podia jogar os outros, mais antigos, na seção das coisas fora de moda e potencialmente perigosas – na visão, muitas vezes preconceituosa, de seus frequentadores.

Nos anos 2000, segundo Christopher, já era moda odiar shoppings. Muitos estavam decrépitos e datados quando chegou o “golpedemisericordia.com”.

Sim, a internet trouxe uma concorrência inimaginável e a pandemia reforçou novos hábitos de consumo, mas não foi só isso. A estrutura e o tamanho dos shoppings era um problema.



Fonte: Externa

ofertas amazon promoção
Clique acima para adicionar um desconto excluivo na Amazon! Aproveite as ofertas de hoje.