Semente que tem potencial contra o câncer e reduz risco de AVC

Voguel
Voguel 4 Leitura mínima

Créditos: iSTock/iLexx

Semente poderosa contra o câncer

Um estudo conduzido por pesquisadores da Universidade Estadual de Oregon, nos Estados Unidos, trouxe promissoras descobertas sobre as sementes de chia, conhecidas por seus inúmeros benefícios à saúde.

O avanço na ciência das plantas foi amplamente documentado na revista Frontiers in Plant Science.

O que é bom para prevenir o câncer?

Segundo o estudo, a chia não só é benéfica à saúde por suas características conhecidas, mas também possui propriedades muito procuradas para medicamentos que poderiam tratar diversas condições de saúde, como câncer e hipertensão.

Famosa por ser um superalimento, o pequeno grão, então, teve seu genoma completamente sequenciado no estudo, o que abre portas para novas pesquisas focadas em otimizar suas propriedades nutricionais e terapêuticas.

Quais são os benefícios da chia?

Na pesquisa realizada pela equipe da Universidade Estadual de Oregon, foram identificados genes específicos nas sementes de chia que estão diretamente ligados a melhorias na nutrição humana.

A análise genética detalhada revelou mais de 29 genes associados à produção de ácidos graxos poliinsaturados, que são essenciais para a saúde cardiovascular e previnem Acidente vascular cerebral (AVC). Esses ácidos também têm propriedades anticancerígenas.

Além disso, os cientistas identificaram 93 genes que contribuem para as propriedades gelificantes da semente. Isso é particularmente interessante para a indústria alimentícia, onde essas propriedades podem acabar sendo exploradas para criar produtos mais saudáveis e com texturas inovadoras.

Benefícios da chia para a saúde

Créditos: iSTock/Karisssa

Benefícios da chia para a saúde

Afinal, como a sequência do genoma da chia pode impactar a saúde a longo prazo?

O sequenciamento do genoma da chia propicia um entendimento mais profundo das capacidades dessa semente.

Uma descoberta significativa foi a presença de 2.707 genes que são altamente expressos nas sementes e que estão provavelmente envolvidos na criação de pequenos peptídeos bioativos derivados de proteínas.

Esses peptídeos têm o potencial de aliviar condições como diabetes tipo 2 e hipertensão quando absorvidos pelo corpo humano.

Isso coloca a chia como um elemento chave na prevenção e tratamento de doenças crônicas, indo além de suas conhecidas propriedades nutricionais.

Como a chia deve ser consumida?

Extremamente versáteis, as sementes de chia podem, facilmente, acompanhar diversas receitas.

Ela pode compor smoothies, iogurtes, cereais, saladas e sopas. Também é comum fazer pudins de chia, misturando as sementes com leite ou leite vegetal e deixando na geladeira até adquirir uma consistência de pudim. Outra opção é incluir a chia em receitas de pães, bolos e biscoitos para aumentar o teor de fibras e nutrientes.

É importante lembrar de hidratar as sementes antes de consumi-las. Isso porque elas absorvem água e formam um gel no estômago, o que pode ajudar na saciedade e, por fim, na regulação do trânsito intestinal.

Portanto, integrar chia na dieta diária pode ser uma excelente forma de promover um estilo de vida mais saudável.



Fonte: Externa

ofertas amazon promoção
Clique acima para adicionar um desconto excluivo na Amazon! Aproveite as ofertas de hoje.