Quando o corpo se volta contra você: conheça as principais doenças autoimunes e seus sintomas

Voguel
Voguel 4 Leitura mínima

As doenças autoimunes são aquelas em que o sistema imunológico, responsável pela proteção do corpo, ataca o próprio organismo por engano. Existem mais de 100 tipos de doenças autoimunes, de acordo com a Autoimune Association, organização dos Estados Unidos dedicada ao assunto. E, segundo a Sociedade Brasileira de Imunizações (SBIm), cerca de 5 a 7% da população mundial, com destaque para as mulheres, é afetada por alguma dessas doenças.

Quais são as doenças autoimunes mais comuns?

O reumatologista André Ramos, da Beneficência Portuguesa, citou algumas das doenças autoimunes que costumam ser mais frequentes:

  • Tiroidite de Hashimoto, caracterizada pela destruição da glândula da tireoide;
  • Diabetes tipo 1: afeta as glândulas produtoras de insulina, hormônio responsável por colocar açúcar dentro das células para gerar energia;
  • Vitiligo: acomete as células que dão a coloração à pele;
  • Artrite reumatoide: afetas as articulações, causando dor, inchaço e rigidez;
  • Lúpus: pode atingir qualquer parte do corpo, como pele, olhos, rins e vasos sanguíneos.

Quais são as doenças autoimunes mais perigosas?

De acordo com o especialista, a gravidade varia de acordo com o tipo de doença autoimune e do estágio em que foi diagnosticada.

Apesar disso, o reumatologista Marco Antônio Loures, presidente da Sociedade Brasileira de Reumatologia (SBR), cita o lúpus como uma das mais sérias. “Se afetar o rim de forma grave, pode comprometer o seu funcionamento, fazendo com que o paciente necessite de hemodiálise ou transplante do órgão”, pontua.

O que causa uma doença autoimune?

Ainda não se sabe ao certo o que está por trás das doenças autoimunes, mas é possível dizer que elas têm ligação com fatores genéticos, de acordo com o presidente da SBR. “Isso significa que pessoas que têm familiares com essas doenças têm mais probabilidade de desenvolvê-las”, explica.

Ainda segundo Loures, há gatilhos ambientais que estão relacionados com a “ativação” e piora dessas condições. No caso do lúpus, tomar muito sol é exemplo de fator de risco, de acordo com o médico.

Fumar e usar certos medicamentos também são comportamentos capazes de disparar certos quadros.

Por que as doenças autoimunes são mais comuns em mulheres?

De maneira geral, as doenças autoimunes acometem mais mulheres, de acordo com Loures. O motivo por trás dessa predominância, porém, não é claro.

“No caso do lúpus, por exemplo, sabe-se que há uma relação entre o estrogênio (hormônio feminino) e o surgimento da doença. Mas, em relação às outras condições, não há como afirmar”, diz.

Como saber se tenho alguma doença autoimune?

De acordo com o presidente da SBR, há vários possíveis sintomas e eles costumam ser pouco específicos. Alguns são:

CONTiNUA APÓS PUBLICIDADE

  • Dores articulares (inclusive na coluna);
  • Febre baixa;
  • Mal-estar, cansaço;
  • Lesões oculares;
  • Manchas no corpo;
  • Problemas circulatórios nos dedos das mãos e pés;
  • Perda de apetite;
  • Outros.

Caso esses sintomas surjam de forma persistente, é importante procurar um médico. “A princípio, o paciente normalmente passa pelo clínico geral e, depois, se for o caso, é conduzido a um reumatologista”, destaca.

Como é o tratamento das doenças autoimunes?

Como não há clareza em relação às causas, não há cura para as doenças autoimunes, de acordo com Loures. Em contrapartida, o reumatologista pontua que é possível – e fundamental – lidar com os sintomas.

“Os tratamentos variam caso a caso, mas é comum fazer uso de corticosteróides (anti-inflamatórios hormonais), quimioterápicos (os mesmo usados nos casos de tumores, mas em doses menores) e remédios biológicos (feitos com organismos vivos). Dessa forma, muitas vezes o paciente consegue ter uma vida normal”, diz.

Fonte: Externa

ofertas amazon promoção
Clique acima para adicionar um desconto excluivo na Amazon! Aproveite as ofertas de hoje.