Provas deixam claro que idoso já entrou no banco morto, diz delegado

Voguel
Voguel 2 Leitura mínima


O delegado diz que imagens mostram que a cabeça de Paulo cai e não apresenta mais movimentos comuns ainda nas dependências do shopping.

Ele chegou com vida, mas lá dentro, no shopping, a gente vê que ele entra em óbito. A cabeça dele cai, fica totalmente solta e não tem mais nenhum tipo de movimento. É assim que ele entra no banco. Ele não tinha condições nenhuma de sair de casa naquele dia. Fabio Souza, delegado da Polícia Civil do Rio de Janeiro

No dia que aconteceu a morte dele, quando ele saiu de casa ele estava vivo. Porém, ele não tinha condições de sair de casa. Tanto que ele foi colocado dentro do carro de aplicativo carregado pelos braços e pelas pernas. Fabio Souza, delegado da Polícia Civil do Rio de Janeiro

Ao invés de levar uma pessoa nesse estado para o hospital, ele foi levado para o shopping. Por que para o shopping primeiro? Porque o shopping fornece cadeira de rodas. Ela pegou a cadeira de roda, sentou para tomar café e nesse momento a gente começa a perceber que ele já entrou em óbito. Fabio Souza, delegado da Polícia Civil do Rio de Janeiro

O que se sabe

O que diz a defesa de Erika? A mulher que levou o idoso ao banco possui laudos para atestar que tem problemas psiquiátricos, disse a advogada Ana Carla de Souza em entrevista ao UOL News. “São situações que transitam entre um abalo psicológico e uma questão de medicamentos controlados no campo psiquiátrico”, disse a defensora.





Fonte: Externa

ofertas amazon promoção
Clique acima para adicionar um desconto excluivo na Amazon! Aproveite as ofertas de hoje.