Programa abre inscrições para cursos gratuitos no ABC Paulista

Voguel
Voguel 3 Leitura mínima

Uma parceria firmada entre a Prefeitura de Mauá, na Grande SP, e o Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), por meio do Programa Manuel Querino, abriu vagas em três cursos gratuitos de qualificação social e profissional.

Ao todo são oferecidas 225 vagas nos cursos de Assistente de Produção Cultural, Condutor de Turismo em Espaço Cultural e Eletricista de Sistema de Energia Renováveis.

Créditos: EvgeniyShkolenko/iStock

Programa abre inscrições para cursos gratuitos no ABC Paulista

As aulas serão coordenadas e ministradas pela Fundação Universidade Federal do ABC (UFABC).

Como se inscrever nos cursos gratuitos

O prazo para inscrições se encerra no dia 22 de março. Os interessados tem duas opções para se cadastrarem. Uma delas é online (acesse aqui) e a outra é se dirigir pessoalmente até a Secretaria de Trabalho, Renda e Empreendedorismo, na rua Jundiaí, n° 63, Bairro da Matriz, das 13h as 17h.

Os cursos gratuitos são destinados a jovens pertencentes às famílias beneficiárias do Programa Bolsa Família, ou que sejam moradores em áreas de maior vulnerabilidade social, ou que se encontre em situação de risco pessoal e social. Quem for selecionado poderá receber uma bolsa de R$ 300 ao final do curso. Esse recebimento está condicionado ao desempenho e a frequência nas aulas.

Podem se candidatar a uma vaga jovens entre 16 e 29 anos, completos no ato da inscrição, que more no município do curso, que tenha concluído o ensino médio, ou esteja regularmente matriculado no ensino regular básico, ou na educação de jovens e adultos (EJA).

A renda per capita familiar deve ser de até um salário-mínimo (R$ 1.412,00).

Os documentos necessários para inscrição: RG e CPF (do candidato e do(a) responsável legal, quando aplicável, comprovante de residência atualizado (últimos três meses), declaração de escolaridade de 2024 (Ensino médio, Educação Básica, Educação de Jovens e Adultos – EJA), e/ou Declaração de conclusão do ensino médio, documentos comprobatórios para candidatos inscritos na categoria Política de Ações Afirmativas e autodeclaração preenchida.

Por determinação do MTE, parte das vagas são reservadas para cotas de ação afirmativas. 10% das vagas são destinadas para pessoas com deficiência e 30% para pessoas que se autodeclararem pretas ou pardas, pessoas trans, quilombolas, indígenas e para pessoas refugiadas ou solicitando refúgio.



Fonte: Externa

ofertas amazon promoção
Clique acima para adicionar um desconto excluivo na Amazon! Aproveite as ofertas de hoje.