Pedágios free flow: empresa do governo lança edital para aperfeiçoar sistema

Voguel
Voguel 4 Leitura mínima

A empresa pública Infra S.A. lançou um edital de chamamento para receber propostas para simplificar as formas de cobrança e de pagamento do free flow, sistema de cobrança automático em rodovias federais.

O objetivo é desenvolver métodos de pagamento que aumentem a acessibilidade e a facilidade de uso do sistema para motoristas. O edital está disponível na página do Espaço Conecta, hub de inovação da estatal ligada ao Ministérios dos Transportes.

Entre os itens do edital estão a necessidade de aperfeiçoar os sistemas de notificação e o uso de tecnologias de pagamento digital, para tornar o pagamento mais ágil.

Rota Liberdade Financeira

Aprenda a investir e construa um patrimônio do zero com o treinamento exclusivo do InfoMoney

O uso do free flow em rodovias federais começou em março do ano passado, na concessão da Rio-Santos, operada pela CCR (CCRO3). A possibilidade desta forma de cobrança foi incluída nos estudos desenvolvidos pela Infra S.A. que tornaram viáveis a concessão da rodovia, que não tem praças de pedágio.

A Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) também atua para aprimorar os aspectos tecnológicos, regulatórios e de operação. As propostas recebidas serão compartilhadas com a agência e incluídas no sandbox regulatório do free flow.

O diretor-presidente da Infra S.A., Jorge Bastos, diz que as propostas serão analisadas pela equipe técnica da estatal e incorporadas nos próximos projetos de concessão. “O free flow é uma das principais inovações da nova política de concessões. Aprimorar esse modelo é fundamental para elevar o nível de qualidade das nossas rodovias e iniciar uma nova era no sistema de cobrança de pedágios no Brasil”.

Se você gostou desse post, não esqueça de compartilhar!

Onde já existe free flow?

Pouco conhecido dos brasileiros, o free flow já está em funcionamento no Brasil em dois estados: Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul. O primeiro, na rodovia Rio-Santos (BR-101), cuja operação funciona desde 1º de março de 2023.

Dados mais recentes apontam que cerca de 9,8 milhões de veículos já passaram pelos sistema que identifica e cobra os carros através dos chamados pórticos, que são arcos aéreos de metais que cruzam a rodovia. Nesse caso, o sistema passa pelos municípios fluminenses de Paraty, Mangaratiba e Itaguaí.

Também entrou em operação, em 15 de dezembro, o free flow da rodovia ERS-122, no município de Antonio Prado (RS). De lá para cá, cerca de 187 mil veículos utilizaram o novo sistema. Outros cinco operações já foram aprovadas e terão início entre este ano e 2026.

O modelo, já utilizado em mais de 20 países no exterior como EUA e China, tem um funcionamento similar ao que já existe hoje com o pagamento automático nas praças de pedágios por adesivos eletrônicos, as conhecidas “tags”. Empresas como Sem Parar, ConectCar, Veloe, Greenpass e Move Mais oferecem serviços desse tipo.

Fonte: Externa

ofertas amazon promoção
Clique acima para adicionar um desconto excluivo na Amazon! Aproveite as ofertas de hoje.