O que é hiperpersonalização em carros de luxo?

Voguel
Voguel 8 Leitura mínima

Você se interessaria por um carro que mais parece uma extensão de você mesmo? Bem, essa pode ser a nova realidade dos super-ricos quando se trata da personalização de seus veículos de luxo.

Até então, as opções de personalização de carros limitavam-se a características cosméticas, como a cor da pintura externa, o tipo de estofamento e as rodas. Agora, no entanto, os clientes têm a chance de redesenhar todo o veículo a seu gosto.

Leia também:

O que é hiperpersonalização em carros de luxo?

Teto customizado com constelação em led via Rolls Royce/reprodução

Carros fazem parte do dia a dia de muitas pessoas e, por este motivo, a vontade de customizar seu interior é bastante comum. Enquanto alguns se contentam em pendurar objetos no espelho retrovisor, os super-ricos estão gastando milhões de dólares para transformar completamente a aparência de seus veículos. 

Essa nova maneira de expressar preferências estéticas está mudando o mercado automotivo, causando um aumento da lucratividade de marcas de luxo, como Ferrari, Rolls Royce e a Bentley.

No teto interno dos veículos, por exemplo, um casal de clientes em Shangai pediu pela instalação de pontos de led para formar uma constelação baseada no céu da noite em que sua filha nasceu. No que diz respeito ao painel, outro cliente pediu por ramos de flores bordadas no couro que o reveste. 

Interior customizado com bordado de flores em couro via Rolls Royce/reprodução
Interior customizado com bordado de flores em couro via Rolls Royce/reprodução

Qual a diferença entre personalização e hiperpersonalização?

A personalização de carros existe, praticamente, desde a invenção dos carros. As escolhas vão desde cores de tinta, finalização mate ou cintilante, decalques, tipos de tecido para o estofado, até estilo de rodas, calotas, volante e câmbio. Geralmente, este tipo de personalização é feita por profissionais separadamente das montadoras originais. 

Enquanto tudo isso pode ser feito em qualquer modelo de carro, a hiperpersonalização consiste em modificar detalhes minuciosos no veículo. Neste caso, as modificações são oferecidas pelas montadoras em parceria criativa com os clientes. Além das customizações cosméticas, a hiperpersonalização também pode incluir mudanças na estrutura interna do veículo, como adição de gabinetes de madeira. 

Painel customizado com impressão do pé da filha dos clientes via Rolls Royce/reprodução
Painel customizado com impressão dos pés da filha dos clientes via Rolls Royce/reprodução

Um ponto em comum entre a personalização e a hiperpersonalização é a possibilidade de alterações para a melhoria de desempenho dos carros. Enquanto na primeira categoria também é necessário buscar por um profissional alheio à montadora, na customização dos super-ricos essa opção faz parte da venda – muitas vezes disponível na compra pelo site das marcas.

Por exemplo, a Ferrari oferece a possibilidade de alteração da aerodinâmica, redesenhando o corpo do carro a partir de um modelo existente, o que costuma resultar em uma conta de vários milhões de dólares.



Fonte: Externa

ofertas amazon promoção
Clique acima para adicionar um desconto excluivo na Amazon! Aproveite as ofertas de hoje.