Neue Klasse Vision X é futuro da BMW e deve substituir iX3 em 2025

Voguel
Voguel 6 Leitura mínima

A BMW apresentou o conceito que servirá como ponto de virada para o futuro da marca. O Vision Neue Klasse X é o SUV que, muito provavelmente, substituirá o iX3 a partir de 2025. Ele não só trás uma nova linguagem estética, como também apresenta um salto tecnológico no que diz respeito às baterias, plataforma e potência de computação.

Só de olhar já fica claro que não se trata de um modelo atual da BMW. Assim como foi mostrado no protótipo Neue Klasse sedã no ano passado, o SUV adota a mesma filosofia com um design mais limpo e minimalista. Uma marca registrada da montadora, a grade duplo rim, foi repensada tornando-se em uma escultura tridimensional com iluminação própria que acende quando o motorista se aproxima do veículo.

Embora seja um modelo do futuro, o visual mais estreito e vertical da grade foi inspirado nos modelos clássicos da marca, assim como os dois vincos no centro do capô. Passado para a parte de trás as lanternas foram reformuladas, ficando mais estreitas mas estão mais largas e quase se encontram no centro do porta-malas. O pequeno spoiler no final do teto, junto com a linha de cintura mais alta, dão um toque de imponência e esportividade para o SUV, além de ajudar a melhorar a aerodinâmica em até 20%, se comparado ao iX3.

Na cabine, vemos o mesmo conceito de design, onde tudo é bem limpo. O quadro de instrumentos sai da posição habitual e passa para a base do para-brisa, ocupando toda a extensão do painel. As saídas de ar também estão mais discretas e não há mais controladores para ar e volume na parte central, tão pouco túnel ou seletor de marchas no console central. Boa parte dos comandos foram passados para a central multimídia – que terá o novo sistema operacional de nona geração – e para o volante, batizado HyPersonX.

Há um teto panorâmico que ocupa praticamente toda a extensão da carroceria. Graças a grande área envidraçada, a luz natural é abundante, trazendo um charme especial para a cabine. Já para a escolha dos materiais, a BMW decidiu ser o mais ecológica possível, aplicando um material a base de plantas e livre de petróleo na parte inferior dos painéis das portas e do console central. Enquanto isso, 30% do plástico utilizado na cabine vem de materiais retirados dos oceanos.

Carros elétricos não emitem CO2, mas a sua produção, sim. Por isso, a fábrica de Debrecen, na Hungria, onde a versão de produção do Neue Klasse X será produzido, será a primeira do mundo alimentada por uma fonte de energia sem origem fóssil. Isso significa uma redução de 35% de emissões de gás carbônico em comparação com o iX3 atual, considerando todo o seu ciclo de vida (fabricação, utilização e reciclagem).

Plataforma Neue Klasse

Por se tratar de um protótipo, ainda é cedo para dar números como aceleração, potência ou alcance. Mas a BMW já adiantou algumas tecnologias que teremos no futuro. Por exemplo, o Neue Klasse vem do nome da nova plataforma modular, que equipará seis novos modelos entre 2025 e 2027, sendo o conceito Vision X o primeiro deles. Outro detalhe é que ela será exclusiva dos alemães, as marcas inglesas do grupo, Mini e Rolls-Royce, terão suas próprias arquiteturas.

As baterias terão um novo formato cilíndrico, que aumenta a sua densidade energética em 20%, segundo a montadora. O resultado disso é um alcance até 30% maior que das células atuais. Já o sistema elétrico será de 800 volts, o que aumentará a velocidade de carregamento em 30%. Atualmente, apenas Porsche, Audi, Hyundai e Kia utilizam tecnologia semelhante.

Pouco foi dito sobre os motores elétricos, apenas que eles serão a sexta geração desenvolvida pela BMW.

Para controlar tudo isso, a montadora desenvolveu novas unidades de controles, que de tão potentes, foram batizadas de “super cérebros” pela BMW. Serão quatro ao todo, que aumentam a capacidade de processamento em até dez vezes e são usados para gerenciar o controle de tração e de chassi, garantindo assim uma condução mais suave.

“O BMW do futuro terá quatro supercérebros totalmente novos: computadores de alto desempenho trabalhando juntos de forma inteligente naquilo que, até agora, era processado separadamente. Desenvolvemos o primeiro supercérebro totalmente interno. Ele integra todo o trem de força e a dinâmica de direção com até dez vezes mais poder de computação. O segundo supercérebro permitirá o próximo salto quântico na direção automatizada”, disse Frank Weber, membro do Conselho de Administração da BMW AG.

O conceito entrará em produção em algum momento do ano que vem. O mais provável é que ele se torne a segunda geração do iX3. Outro detalhe é que sua o X3 permanecerá em produção e ganhará uma renovação ainda esse ano, ao que tudo indica. Nessa nova fase, as versões a combustão e elétricas do SUV terão designs totalmente distintos, uma seguindo a linguagem atual, enquanto o outro será baseado no conceito Vision Neue Klasse X.

 

 

Fonte: Externa

ofertas amazon promoção
Clique acima para adicionar um desconto excluivo na Amazon! Aproveite as ofertas de hoje.