Etiqueta profissional: como se portar na volta ao escritório

Voguel
Voguel 6 Leitura mínima

Getty Images

Cumprimentar os colegas e fazer contato visual fazem parte da etiqueta de qualquer ambiente profissional

Se você se acostumou a trabalhar em home office e participar de reuniões virtuais vestindo roupas mais casuais, apenas preocupado em apresentar uma boa imagem da cintura para cima, e a cumprimentar colegas com um aceno rápido ou apenas uma mensagem no chat, a transição para o presencial requer algumas adaptações e pode custar mais energia.

Agora, você precisa investir em um guarda-roupa que esteja alinhado com o ambiente do escritório, e as interações pessoais voltam a ganhar importância. Isso exige, por exemplo, cumprimentar os colegas com um aperto de mão ou abraço, manter contato visual durante conversas e demonstrar atenção em reuniões, comportamentos que não faziam parte da rotina no modelo remoto. “A sensação de conforto e liberdade em casa é grande. Com o retorno ao presencial, é preciso resgatar a formalidade”, diz Rachel Jordan, consultora de imagem e comportamento.

Essa necessidade de adaptação se reflete na procura das empresas por cursos, treinamentos ou palestras sobre etiqueta profissional. Nos Estados Unidos, uma pesquisa realizada pelo software para currículos Resume Builder aponta que 60% das empresas planejam investir em iniciativas desse tipo para suas equipes em 2024. “As empresas estão cada vez mais atentas ao fato de que a ausência de etiqueta pode provocar problemas de comunicação”, afirma Cris Dorini, ex-executiva e fundadora da CD Negócios Consultoria, assessoria para o mercado corporativo com foco em imagem, comunicação e comportamento.

Falta de etiqueta da Geração Z

O problema parece começar durante o recrutamento: profissionais de RH afirmam que os candidatos da Geração Z não se vestem adequadamente, não fazem contato visual, têm exigências salariais irracionais, não se comunicam bem e não parecem muito interessados ​​ou engajados. “Aprender sobre etiqueta profissional não é uma necessidade exclusiva da nova geração. É algo essencial para todos e que reflete diretamente na imagem do profissional e da empresa”, diz Jordan.

Leia também:

Melhores práticas

O comportamento esperado pode variar dependendo de uma série de fatores, o que exige a leitura do ambiente.

Se, no passado, a etiqueta corporativa era mais rígida e restrita, hoje pode ser mais flexível, o que gera dúvidas sobre os limites aceitáveis no trabalho. Mas mesmo em ambientes considerados informais, como startups, é imprescindível respeitar limites para assegurar a produtividade e o respeito mútuo. “Não se trata de ser antiquado ou rígido. A etiqueta é fundamental para facilitar as interações sociais”, afirma Dorini.

A etiqueta profissional envolve desde as roupas usadas no ambiente de trabalho até o comportamento em redes sociais e a comunicação – que inclui contato visual, cumprimentos e postura. Esses elementos são fundamentais para a construção de relações profissionais sólidas.

Se você ainda tem dúvidas sobre como se comportar de maneira adequada no ambiente de trabalho, confira cinco dicas de etiqueta corporativa essenciais para ter sucesso:

Respeitar horários é fundamental. Atrasos podem transmitir desorganização ou falta de consideração. Se imprevistos acontecerem, é importante avisar assim que possível. A pontualidade reflete comprometimento. “É sobre respeitar o tempo do outro”, diz Dorini.

Contato visual é pura comunicação não-verbal. Manter contato visual durante as conversas demonstra atenção e interesse. Evite distrações, como olhar para o celular ou para os lados e objetos. “Parece besteira, mas quando você está conversando com outra pessoa olhando para ela, você demonstra que está atento e isso mostra respeito pelo outro”, afirma Jordan.

Cumprimentar colegas, clientes e superiores mostra abertura e disposição para o relacionamento profissional. “Não dá para simplesmente chegar no escritório e não dar nem um bom dia para as pessoas”, afirma Jordan. Em um ambiente onde passamos grande parte do nosso dia, promover uma atmosfera amigável e respeitosa contribui para o bem-estar e a produtividade.

Ninguém gosta de ser ignorado. Embora o celular seja uma ferramenta útil, seu uso inadequado pode causar distrações em reuniões ou conversas importantes. Mantenha o aparelho no silencioso ou avise previamente se uma interrupção for necessária por uma emergência.

A etiqueta nas redes sociais tornou-se um componente indispensável da conduta profissional. “Isso gera dúvida de todos os níveis, desde o estagiário até o presidente”, afirma Dorini. É importante conhecer as normas da empresa, que podem variar de acordo com a sua função e mercado, e fazer a leitura do ambiente, entendendo como outros profissionais respeitados se comportam. “Não dá para postar um vídeo caindo de bêbado. Estamos expostos, mesmo em nossas redes pessoais, então é preciso ter cautela.”



Fonte: Externa

ofertas amazon promoção
Clique acima para adicionar um desconto excluivo na Amazon! Aproveite as ofertas de hoje.