Equador declara emergência de energia e nomeia ministro interino

Voguel
Voguel 1 Leitura mínima


O presidente do Equador, Daniel Noboa, declarou emergência de energia nesta terça-feira (17) e nomeou um ministro interino da Energia.O país sul-americano sofre com uma seca que afeta a produção hidroelétrica.

“Tomamos a forte decisão (nessa terça-feira) e, mais uma vez, tivemos que adotá-la, de declarar emergência no setor de energia”, afirmou Noboa em evento do governo na cidade de Guayaquil, no oeste. “Eu pedi que a ministra renunciasse.”

A ex-ministra da Energia Andrea Arrobo foi substituída interinamente pelo ministro dos Transportes, Roberto Luque, que manterá o outro cargo, afirmou o gabinete de Noboa mais tarde, em comunicado.

Uma seca trazida pelo fenômeno climático El Niño afetou a produção nas represas hidroelétricas, que são a principal fonte de eletricidade do Equador, o que levou a cortes de energia planejados e a importações de energia da vizinha Colômbia.

O Ministério da Energia anunciou cortes nesta segunda-feira em regiões do país por causa da seca.

Noboa também afirmou que houve atos de sabotagem em algumas usinas elétricas. “Iniciamos investigação em regiões onde danos foram registrados”.

*É proibida a reprodução deste conteúdo.



Fonte: Externa

ofertas amazon promoção
Clique acima para adicionar um desconto excluivo na Amazon! Aproveite as ofertas de hoje.