Dono de hits e filho de chefão do tráfico: quem é Oruam, atração do Lolla

Voguel
Voguel 6 Leitura mínima

Trapper com mais de 10 milhões de ouvintes mensais no Spotify, Oruam é atração do Lollapalooza neste domingo (23), a partir das 15h30, em São Paulo. Ele sobe ao palco Perry ao lado do outro nome em ascensão, TZ da Coronel.

Quem é Oruam?

Mauro Davi dos Santos Nepomuceno, conhecido como Oruam, nasceu em 2001 — cinco anos após seu pai, o traficante Marcinho VP, ser preso. Nasceu e cresceu no morro do Alemão, na Zona Norte do Rio, onde o seu pai criou um império com o Comando Vermelho.

Despontou no cenário do trap em 2021. Naquele ano, lançou a música “Invejoso”, com as participações de Chefin, Jhowzin e Raffé, e acabou viralizando nas plataformas digitais.

Oruam e TZ da Coronel também dividiram palco no Planeta Atlântida 2024, no Rio Grande do Sul Imagem: Cesar Lopes/Agência Preview

Mas ganhou notoriedade ao participar de “Poesia Acústica 13”, lançado em setembro de 2022 — mesmo ano em que assinou com Mainstreet Records, gravadora criada por Orochi. Pouco mais de um ano depois, ele foi chamado para o “Poesia Acústica 15”.

Ele tem parcerias com diversos artistas do rap e trap, além de participar do álbum “VILÔ, lançado por Ludmilla em 2023, na música “Malvadona”. Tem parcerias com MC Ryan SP, MC Daniel e Chefin, e já gravou com nomes como Xamã, Orochi e Ludmilla. Ele está na tracklist do álbum “VILÔ (2023), na faixa “Malvadona”.

Entre os seus sucessos, estão músicas como “Terra Prometida”, que ganhou versão da estrela do piseiro João Gomes, “Rolê na Favela de Nave” e “Para de Mentir”. Seu último lançamento foi “Diz Aí Qual É O Plano?”.

Relação com o pai

Em dezembro, Oruam compartilhou com os seguidores que tatuou o rosto do pai do lado esquerdo do peito. Oruam, que tem todo lado esquerdo do peito tatuado, também tatuou o rosto de seu “tio” Elias Maluco — condenado pela morte do jornalista Tim Lopes e encontrado morto no presídio federal de Catanduvas (PR), em 2020 — na barriga.

Olha o chefe, meu chefe, Marcinho: esse daqui [no peito] é o meu pai… Esse daqui [na barriga] é o meu tio, Elias Maluco, e esse daqui é o meu primo Raul [filho de Elias].
Oruam

Publicação dividiu opiniões nas redes sociais e o trapper teve que se pronunciar: “Minha família, amo mais que tudo”.

Nas redes sociais, Oruam, sempre que pode, fala do pai. “30 anos que tiraram você de nós, olha onde nós chegamos, pai. Só um pouco do que Deus vai fazer na nossa vida. Quero ser igual você quando eu crescer. Tu é o melhor pai do mundo e ‘nego’ pode falar o que for sempre, vou defender minha família. Feliz dia dos pais. Essa última foto aí sou eu tirando várias fotos com vários fãs em frente onde você tá. O policial veio falar que eu não podia. Vou fazer o quê? Não tenho culpa”, escreveu em mensagem de Dia dos Pais.

Oruam abraça TZ da Coronel no final do show que fizeram no Planeta Atlântida 2024; dupla repete apresentação no Lollapalooza no domingo
Oruam abraça TZ da Coronel no final do show que fizeram no Planeta Atlântida 2024; dupla repete apresentação no Lollapalooza no domingo Imagem: Cesar Lopes/Agência Preview/Divulgação

Em entrevista recente, o trapper disse que visita o pai na cadeia, no Paraná, e Marcinho VP fica feliz com seu sucesso. “Vou visitar meu pai e ele fica todo bobo. Ele fala que os policiais lá falam de mim para ele, que fui para a casa do Neymar. Imagina para ele. Ele sofreu pra c*****, tá lá, pagando por tudo o que ele fez. Ninguém pode falar nada. É meu pai. Vagabundo fala vários bagulhos, querendo ‘denegrir’ minha imagem por causa dele. O bagulho que ele fez foi ele que fez, não tenho nada a ver com isso”, disse Oruam ao “Podpah de verão”: “Eu bombei não falando nada com meu pai, bombei com a minha música, sozinho”, disse.

Gato de R$ 120 mil

Também no ano passado, Orum revelou que adquiriu um gato selvagem — animal pode custar até R$ 120 mil. Malandrex, um gato da raça Savannah F1, é considerado o gato mais caro do mundo e se alimenta exclusivamente de presas frescas abatidas, como codornas, ratos e frango.

Espécie exótica pode ser até três vezes maior que gatos domésticos comuns e tem genética selvagem, mas pode viver em sociedade sem oferecer risco às pessoas. É descendente do Serval, mamífero selvagem de porte médio, ou seja, menor que felinos como panteras, mas maior que gatos domésticos.

Além de Malandrex, Oruam ostenta carrões e fotos em mansões no Instagram. Ele, que já posou ao lado de Neymar na casa do craque, é seguido por quase 8 milhões de pessoas na rede social.



Fonte: Externa

ofertas amazon promoção
Clique acima para adicionar um desconto excluivo na Amazon! Aproveite as ofertas de hoje.