Complexo militar nos EUA pode resistir a uma bomba nuclear de 30 megatons

Voguel
Voguel 8 Leitura mínima

O medo de um conflito nuclear foi uma das marcas da Guerra Fria. Por isso, nesse período de grande tensão com a então União Soviética, os Estados Unidos decidiram construir uma estrutura que pudesse servir de refúgio contra o lançamento de uma bomba nuclear.

Resistente ao impacto de uma bomba nuclear

Esse complexo foi instalado sob 760 metros de granito, abaixo da superfície rochosa da Montanha Cheyenne, no Colorado. Ela é uma das instalações militares mais seguras dos Estados Unidos e do mundo.

O local conta com portas de 23 toneladas. Segundo especialistas, como não é possível atingir a estrutura diretamente em função da proteção natural da montanha, estima-se que o complexo possa resistir a uma explosão de uma bomba nuclear de 30 megatons, por exemplo.

Isso significa que as pessoas que eventualmente se abrigassem no local sobreviveriam ao lançamento da bomba B41, também conhecida como Mk-41, desenvolvida pelos EUA justamente durante a época da Guerra Fria. No entanto, não se sabe qual seria o resultado em caso de ataque com a Tsar Bomb, de 50 megatons, a arma nuclear mais poderosa já criada e testada.

Conheça o complexo:

O complexo militar

  • Para a construção do complexo militar, foram deslocadas 693 mil toneladas de granito.
  • No total, são 15 edifícios distribuídos em 2,1 hectares de terra.
  • A fortaleza abriga uma variedade de operações militares e civis, incluindo vigilância aérea e espacial, defesa contra mísseis balísticos, operações de emergência e análise de inteligência.
  • Desde que entrou em operação, em 20 de abril de 1966, o local sempre permaneceu ativo, ocupado e preparado para emergências nucleares.
  • A última vez que as portas da instalação militar precisaram ser fechadas foi no dia 11 de setembro de 2001, durante os ataques terroristas contra os EUA.
  • As ameaças que podem levar a um novo fechamento dos portões podem ser eletromagnéticas (de armas humanas ou do Sol), químicas, biológicas ou nucleares.
  • Nestes casos, qualquer material remanescente dos ataques é mantido do lado de fora graças a um sistema de ar pressurizado que protege tudo que está dentro da instalação, além das 300 pessoas que podem ser abrigadas no local.
  • As informações são do IFLScience.



Fonte: Externa

ofertas amazon promoção
Clique acima para adicionar um desconto excluivo na Amazon! Aproveite as ofertas de hoje.