“Cometa do Diabo” está visível no céu hoje; saiba como observar

Voguel
Voguel 8 Leitura mínima

Conhecido como “cometa do diabo”, o 12/Pons-Brooks possui um ciclo que dura cerca de 71 anos, sendo considerado um dos cometas mais brilhantes, dando show nas observações. Para os amantes da astronomia, o objeto espacial atingiu o periélio, ponto mais próximo do Sol, desde domingo (21) e pode ser visto nos céus do Brasil.

Detalhe de imagem que revela cauda torta do Cometa do Diabo. Crédito: Borut Prasnikar via Spaceweather.com

Apesar de só estar visível na maior parte do país neste domingo, desde o dia 7 de abril, observadores na região Nordeste do Brasil já têm conseguido fazer registros da passagem do cometa.

Mesmo com a visibilidade, de acordo com o Observatório Nacional, não é possível atestar se o cometa poderá ser visto a olho nu, dado que a intensidade do brilho desses objetos podem ser imprevisíveis. Por isso, é possível que haja a necessidade de fazer uso de outros instrumentos, tais como binóculos e telescópios.

Se você gostou desse post, não esqueça de compartilhar:

“Os observadores deverão olhar para o horizonte oeste, na mesma direção do pôr do sol, para ver o cometa. O cometa está visível logo após o pôr do Sol, primeiramente abaixo da constelação de Touro, e a partir de maio, abaixo da constelação de Órion, sempre por volta das 17:40 às 18:30 h. A maior dificuldade será encontrar um lugar com o horizonte oeste livre, visto que o cometa está muito baixo no céu, numa altura de cerca de 15 graus”, disse o astrônomo Dr. Filipe Monteiro, ao Observatório Nacional.

Impressionante imagem do cometa 12P capturada em 31 de março de 2024, de Tenerife, nas Ilhas Canárias, Espanha. Crédito: Fritz Helmut Hemmerich via Spaceweather.com

Enquanto no dia 21 de abril o cometa estará mais próximo ao Sol, no dia 02 de junho ele fará sua máxima aproximação com a Terra. Contudo sua visibilidade estará mais fraca e dependerá do auxílio de binóculos para ser observado. 

“Ao que tudo indica, este cometa vai brilhar além das expectativas. Isso devido a uma característica que já havia sido observada em suas passagens anteriores. Ao se aproximar do Sol, ele começa apresentar explosões de brilho, que os cientistas atribuem à presença de criovulcões em sua superfície”, disse em março ao Olhar Digital, Marcelo Zurita, presidente da Associação Paraibana de Astronomia (APA) e apresentador do Olhar Espacial.

Para localizar o 12P/Pons-Brooks no céu, aplicativos de observação de estrelas estão disponíveis para celular. É o caso do Star Walk 2 ou o Sky Tonight. Eles permitem identificar diversos objetos astronômicos, além de cometas.



Fonte: Externa

ofertas amazon promoção
Clique acima para adicionar um desconto excluivo na Amazon! Aproveite as ofertas de hoje.