Chiquinho Brazão diz que convívio com Marielle era ‘amistoso e cordial’

Voguel
Voguel 1 Leitura mínima


O deputado federal Chiquinho Brazão (União Brasil-RJ), que teria sido citado pelo ex-PM Ronnie Lessa em delação sobre o assassinato de Marielle Franco e do motorista Anderson Gomes, disse que o convívio com a vereadora assassinada em março de 2018 era “amistoso e cordial”.

O que aconteceu

Chiquinho Brazão diz que tinha a mesma posição política de Marielle. Em nota, o deputado federal cita o posicionamento dele e de Marielle quando estavam na Câmara Municipal sobre a instalação de condomínios em áreas carentes da zona oeste do Rio de Janeiro, seu reduto eleitoral, para explicar o bom convívio político com a vereadora.

“Relato de um criminoso”, diz Chiquinho ao questionar delação. “A despeito das hipóteses levantadas pela mídia e pela falta de idoneidade do relato de um criminoso que fez dos assassinatos sua forma de vida, [me coloco] à disposição das autoridades para todo e qualquer esclarecimento”, diz o deputado por meio de nota.





Fonte: Externa

ofertas amazon promoção
Clique acima para adicionar um desconto excluivo na Amazon! Aproveite as ofertas de hoje.