Céu de abril tem chuva de meteoros e passagem do “Cometa do Diabo“

Voguel
Voguel 4 Leitura mínima

O mês de abril chegou e traz consigo a possibilidade de observarmos a chuva de meteoros Líridas e a passagem do cometa 12P/Pons-Brooks, no céu noturno. Além de várias conjunções entre os astros celestes.

Vale pontuar que em abril os nossos vizinhos do Hemisfério Norte no México, Estados Unidos e Canadá poderão observar um eclipse solar total no dia 8, mas o fenômeno será invisível no Brasil.

O eclipse solar total ocorre quando a Lua, a Terra e o Sol ficam completamente alinhados e os raios solares são bloqueados por alguns minutos. Saiba mais sobre o fenômeno aqui.

Mesmo assim, os observadores do céu noturno no Brasil terão com o que se ocupar: o cometa 12P/Pons-Brooks, conhecido como “Cometa do Diabo”, estará visível, através do uso de binóculos, durante todo o mês de abril.

O apelido do cometa faz referência ao seu formato de chifre, resultado de uma pressão da radiação do Sol que formou uma espécie de cauda de gás e poeira.

O cometa 12P/Pons-Brooks atinge o periélio (momento de maior proximidade do Sol) no dia 21 e deve atingir seu brilho máximo no dia 23 de abril, quando estará mais visível, principalmente ao cair da noite, na direção oeste. Saiba como observá-lo.

Além disso, a chuva de meteoros Líridas vai registrar máxima atividade na madrugada do dia 22, quando deve estar visível na direção norte do céu.

O fenômeno ocorre quando um grande número de meteoros entram na atmosfera da Terra ao mesmo tempo. À medida que as rochas espaciais caem na direção do planeta, a resistência do ar sobre a rocha faz com que ela se torne extremamente quente, e vemos uma “estrela-cadente” no céu. Confira dicas para observar a chuvas de meteoro aqui.

A chuva de meteoros Líridas atinge o seu auge em 22 de abril. / Fernando Rodrigues/ via Unsplash

Quanto às conjunções entre astros, este é um fenômeno que ocorre quando dois ou mais corpos celestes aparecem bem próximos no céu — uma ilusão de ótica, já que eles seguem separados por milhares de quilômetros no espaço. E costuma ser possível de observar a olho nu de noite.

Veja abaixo os principais fenômenos astronômicos do mês de abril, de acordo com o guia de Efemérides Astronômicas do Observatório do Valongo, da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).

guia de Efemérides Astronômicas é produzido desde 2016 pelo Observatório do Valongo, da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), e traz os principais fenômenos que podem ser vistos no céu noturno a cada ano.

Com o objetivo de resgatar o interesse pela contemplação celeste, o material lista mês a mês quais corpos celestes estarão visíveis e qual a melhor forma de procurá-los. Além de trazer explicações simples sobre astronomia.

O guia completo, com mapas do céu, pode ser baixado gratuitamente aqui.

Fonte: Externa

ofertas amazon promoção
Clique acima para adicionar um desconto excluivo na Amazon! Aproveite as ofertas de hoje.