‘Até sem perna’: O sacrifício de Endrick para jogar final com o Palmeiras

Voguel
Voguel 2 Leitura mínima


Tomei a pancada, vim de avião para cá, cheguei no Allianz e fui tratar, passei o dia todo tratando, acordei cedo para fazer gelo. Como eu falei, o que eu puder fazer pelo Palmeiras, é só um gostinho de tentar retribuir, mesmo que seja 1%, mesmo sem perna eu vou jogar, para ajudar o Palmeiras e meus companheiros. Endrick após a partida de semifinal contra o Novorizontino.

Endrick jogou semifinal no sacrifício. O atacante sentiu a lesão ainda com a seleção brasileira, no amistoso com a Espanha. Mesmo assim, ele jogou pelo Paulistão com apenas um dia de descanso e foi quem marcou o gol da classificação.

Palmeiras sabe da importância de Endrick na equipe e não quer perdê-lo mais uma vez em uma decisão. Na Supercopa do Brasil contra o São Paulo, o camisa 9 estava com a seleção pré-olímpica e desfalcou o Palmeiras — o Alviverde acabou sendo derrotado nos pênaltis após o empate em 0 a 0 no tempo normal.

A importância do jogo de ida

Das três finais disputadas com Abel Ferreira, o Palmeiras não venceu nenhuma vez o jogo de ida. Empatou em 0 a 0 contra o São Paulo em 2021, perdeu para o Tricolor no ano seguinte por 3 a 1, e perdeu para o Água Santa por 2 a 1 no ano passado.

Palmeiras priorizou o Paulistão ao invés da Libertadores. Os jogadores que estiverem mais desgastados após o jogo contra o Santos não devem ser utilizados por Abel na quarta-feira (3), na estreia da Libertadores contra o San Lorenzo.





Fonte: Externa

ofertas amazon promoção
Clique acima para adicionar um desconto excluivo na Amazon! Aproveite as ofertas de hoje.