Abel reconhece má atuação do Palmeiras e reclama de calendário após derrota

Voguel
Voguel 3 Leitura mínima

A derrota de 1 a 0 para o Santos, neste domingo (31), na Vila Belmiro, pelo jogo de ida da final do Campeonato Paulista, interrompeu uma série de 20 partidas invictas do Palmeiras. O tropeço dá ao Peixe a vantagem de conquistar o estadual apenas com um empate, no jogo da volta, no próximo dia 7.

Após a partida, o técnico Abel Ferreira reconheceu a má atuação do Verdão, que pouco produziu na primeira etapa, e acabou levando o gol no início da segunda. Segundo o treinador, sua equipe esteve abaixo do nível técnico habitual. No entanto, o comandante do Palmeiras também não viu o Peixe como superior em campo.

“Tecnicamente nossa equipe não esteve a seu nível, muitos espaços espalhados, bolas paradas a serem bem batidas. Não achei que o Santos tivesse melhor que o Palmeiras, inclusive a primeira tentativa de gol é nossa, assim como o Santos teve na segunda parte e fez. O nosso adversário praticamente só se defendeu bem, mas acho que ficou bem evidente algumas coisas”, disse o treinador.

Apesar da derrota no jogo de ida, Abel Ferreira acredita na virada no jogo de volta, no próximo domingo (7), às 18h (de Brasília), no Allianz Parque, em São Paulo.

“No próximo domingo lá no “chiqueiro”, contamos com o apoio e vibração dos nossos torcedores, somos o time do amor e da virada, isso que queremos ver no jogo de volta”, destacou o técnico português.

Mesmo reconhecendo a atuação ruim, Abel fez críticas ao calendário do Paulistão. Há três dias, na última quinta-feira (28), o time venceu o Novorizontino na semifinal. E após o jogo deste domingo (31), já enfrenta o San Lorenzo na próxima quarta (3), em sua estreia na Copa Libertadores.

As datas apertadas do Estadual em conflito com a competição continental são um fator contra o Palmeiras, segundo Abel. Isto porque, enquanto o Verdão atua em outro campeonato, o Santos de Carille terá a semana livre para treinar visando o jogo decisivo do Estadual.

“O calendário está feito, a Federação Paulista definiu como tinha que ser feito, quando o Palmeiras tinha que jogar, quando o Santos teria que jogar. O calendário está como está, igual ao ano passado. Temos outro campeonato no meio da semana, enquanto nosso adversário vai estar focado na final. Daqui a dois dias teremos um jogo importante. Temos que pensar no que é melhor para competir daqui há dois dias, e quatro dias depois estar competindo novamente no Allianz Parque. Temos que olhar pro plantel que temos e fazer as melhores escolhas para quarta-feira”, finalizou o treinador.


Este conteúdo foi criado originalmente em Itatiaia.

Fonte: Externa

ofertas amazon promoção
Clique acima para adicionar um desconto excluivo na Amazon! Aproveite as ofertas de hoje.